top of page
Hills Sloppy

#BeNaturgift

Quirguistão: um país que combina na perfeição aventura, cultura e natureza

O Quirguistão destaca-se por uma deslumbrante beleza natural e amplas possibilidades de aventura. As paisagens montanhosas, com picos escarpados e vastas pastagens, ganham vida graças aos pastores semi-nómadas que habitam as suas yurts (tendas ou cabanas circulares usadas tradicionalmente pelos pastores nómadas da Ásia Central). O regime de entrada dispensa a necessidade de visto para cidadãos da União Europeia, o que torna o Quirguistão (oficialmente conhecido como República do Quirguistão) um destino que vale muito a pena conhecer na Ásia Central. Destacamos neste artigo seis dos lugares de visita imprescindível.


Song Kul, lago alpino a uma altitude de 3016 metros.
Song Kul, lago alpino a uma altitude de 3016 metros

Bishkek


A capital do Quirguistão é um dos lugares mais bonitos para visitar no país, Bishkek fica no sopé da Cordilheira Tian Shan. A cidade fica na "porta de entrada" do Parque Nacional Ala Archa e das Montanhas Ala-Too. Na cidade podem ser visitados alguns museus, como é o caso do Museu Histórico Nacional da República do Quirguistão, e outros espaços culturais, como é o caso do Teatro de Ópera e Ballet do Quirguistão. A nível gastronómico existe uma ampla variedade de opções, incluindo refeições tradicionais da Ásia Central e culinária internacional. Um passeio pela cidade de Bishkek dará a conhecer as tendências nómadas e a herança soviética que influenciou o país.


Praça da Vitória, Bishkek com monumento  dedicado à vitória sobre a Alemanha nazi
Praça da Vitória, Bishkek com monumento dedicado à vitória sobre a Alemanha nazi

Parque Nacional Ala Archa


Este parque nacional, escondido nas montanhas Tian Shan, possui paisagens deslumbrantes, sendo um dos destinos imperdíveis no Quirguistão, aberto todo o ano todo a 40 quilómetros de Bishkek. É um destino popular entre moradores locais e turistas, ótimo para piqueniques e caminhadas nas montanhas. Para tomar consciência da beleza natural do Quirguistão pela primeira vez, o Parque Nacional Ala Archa é uma visita ideal.


Parque Nacional Ala Archa
Parque Nacional Ala Archa

Lago Issyk Kul


A palavra quirguiz Issyk-Kul significa "lago quente". Mesmo nos invernos mais frios, o lago não congela porque é salgado e rico em minerais. Mais de 100 rios alimentam o lago, mas nenhum deles deságua no mar. Com uma profundidade máxima de 668 metros e a uma altitude de 1607 metros, é o segundo maior lago de montanha do mundo. O Lago Issyk Kul, com cerca de 25 milhões de anos de existência, é um dos lagos mais antigos do mundo. Uma parte norte da cordilheira montanhosa de Tian Shan cerca o Issyk Kul.


Lago Issyk Kul
Lago Issyk Kul

Karakol


Este é um dos destinos mais conhecidos do Quirguistão e tem a reputação de representar a essência da cultura e das tradições do país. O local tem inúmeros motivos de visita, incluindo caminhadas, cruzeiros ao pôr-do-sol ou descobertas gastronómicas. Os grandes mercados, cafés e restaurantes locais são lugares tranquilos e estão disponíveis para um contacto próximo com o quotidiano da comunidades local. O Mercado Animal em Karakol é um dos locais a visitar, aqui o sistema de troca direta ainda é praticado.


Mesquita de Dungan em Karakol
Mesquita de Dungan em Karakol

Burana


Nesta pequena vila na região de Chuy encontra-se a histórica torre Burana e os restos de Balasagun, o que torna este local um dos mais procurados destinos do Quirguistão. Burana, que remonta ao século XI, foi uma próspera cidade da Rota da Seda de Balasaghun. A torre Burana era originalmente um minarete com mais de 40 metros de altura, o que a torna a estrutura a mais antiga do género em toda a Ásia Central. Infelizmente a metade superior da torre foi destruída por um terremoto no século XV. Tem agora pouco mais de 20 metros de altura. Um pequeno museu pode ser visitar no local, observando algumas esculturas antigas em pedra chamadas bal-bals.


Torre Burana
Torre Burana

Osh


Osh, como Bishkek, é uma cidade cultural do Quirguistão, exibindo a mistura de culturas e tradições do Quirguistão, Uzbequistão e Tajiquistão. Existem mercados comerciais e bazares onde se podem comprar objetos tradicionais e artesanato, assim como se encontram restaurantes onde se pode saborear a gastronomia tradicional. A montanha sagrada Sulaiman-Too, declarada património da humanidade pela UNESCO, domina a cidade. Algumas lendas afirmam que Salomão terá sido enterrado nesta montanha, acreditando-se que o seu trono já esteve situado neste pico. Em Osh, a Mesquita Babur, a primeira mesquita construída pelos Mogols, é outro monumento a visitar.


Montanha Sagrada Sulaiman-Too, património mundial pela UNESCO
Montanha Sagrada Sulaiman-Too, património mundial pela UNESCO

8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page